Chat GPT: a ferramenta com linguagem humana

Chat GPT: a ferramenta com linguagem humana

Imagine que você precisa escrever um cartão de aniversário para uma pessoa, mas não sabe por onde começar. E se você tivesse a possibilidade de delegar essa função pra alguém? Agora você pode. Com o uso de inteligência artificial, um robô já é capaz de entender e se expressar na linguagem humana. Tarefas como redigir uma mensagem de aniversário ou um discurso presidencial são realizadas em menos de 1 minuto. Parece mágica, mas é a tecnologia sendo usada para facilitar as tarefas do cotidiano. No post de hoje você vai conhecer o Chat GPT, a ferramenta com linguagem humana. Além disso, vai saber como funciona, conhecer seus benefícios e limitações.

Nasce um novo robô

O ChatGPT (Chat Generative Pre-trained Transformer) é um protótipo de um chatbot com inteligência artificial desenvolvido pela OpenAI e especializado em diálogo. Ele foi treinado por inteligência artificial e aprendizado de máquina (machine learning).

Na prática, o chatGPT faz parte de uma nova geração de robôs que criam textos, fotos e vídeos muito similares em relação aos conteúdos produzidos por pessoas. Portanto, o objetivo é ser capaz replicar automaticamente o pensamento e a atuação de um ser humano.

Mas você deve estar se perguntando: mas isso já acontece naqueles chatbots mais simples, de sites e apps de mensagens; na Alexa, Siri e Google Assistente. Sim, é fato. Mas acontece que o robô nunca foi tão bom e tão fácil de usar.

Por isso mesmo, a nova ferramenta virou febre na internet nas últimas semanas. Apenas 2 meses após seu lançamento, já tinha mais de 100 milhões de usuários (um fenômeno de popularidade no mercado de tecnologia). Esse foi o aplicativo que atingiu esse marco mais rápido. Ou seja, é o aplicativo de consumo com crescimento mais rápido da história mundial.

Entenda melhor:

O chatbot é um modelo de linguagem ajustado com técnicas de aprendizado supervisionado e por reforço. Funciona como uma rede neural, artificial, treinada por linguagens. Foi treinada com milhões de exemplos de texto, como artigos de jornais, livros e conversas. Assim, o objetivo é desenvolver a capacidade de compreender e gerar texto natural. Tudo isso em segundos.

Ao enviar uma tarefa ou pergunta, a rede neural processa o texto procurando padrões e relações entre as palavras e frases. A capacidade de compreender e gerar texto é baseada em probabilidades – o que significa que o robô aprendeu a seguir probabilidades, encontrando a resposta mais adequada. Dessa forma, quanto mais interação existir com humanos, mais a máquina se aprimora.

Uma das técnicas usadas é chamada “ajuste fino” (ou fine-tuning, em inglês). A ideia é habilitar o modelo para que ele consiga prever quais serão as palavras seguintes com base nas palavras já produzidas.

Trata-se de uma nova inteligência artificial criada nos EUA que chamou a atenção do mundo todo pela quantidade de coisas que parece ser capaz de fazer. Pode calcular raízes quadradas, potências e outras operações matemáticas mais avançadas. Traduz textos em inúmeras línguas. Por fim, é capaz até de criar músicas.

Mas afinal, o que o robô faz?

O ChatGPT é similiar aos assistentes de voz do Amazon e Apple, porém, em linguagem de texto. É um robô capaz de trazer respostas detalhadas e rápidas. O texto parece ter sido escrito por uma pessoa, tamanha a similaridade com o diálogo humano. Ainda faz contas de matemática e consegue escrever código em linguagens de programação.

Uma tecnologia que surpreendeu os usuários por sua capacidade de manter conversas naturais, respondendo a consultas em texto e gerando discursos, códigos, músicas e redações. Resumindo: trata-se de um robô conversador que viralizou por ter resposta para quase tudo.

Por exemplo: o robô é capaz de responder às perguntas de um teste ou prova (às vezes, em um nível acima da média de um candidato humano).

No futuro, é possível que o ChatGPT possa usar microfone e alto-falante para se comunicar, como uma evolução dos atuais assistentes virtuais.

Quanto custa a versão paga do chatbot?

O serviço é gratuito, mas já existe uma versão paga, chamada de ChatGPT Plus. Ela foi disponibilizada recentemente no Brasil, no dia 10 de fevereiro. O custo atual é de US$20, cerca de R$105 por mês. Embora o serviço seja oferecido em inglês, você pode conversar com o robô em português.

Além do Brasil, países da União Europeia e Reino Unido também receberam a versão paga do chatbot.

A versão paga traz algumas vantagens: o acesso constante ao ChatGPT, mesmo quando o site estiver sobrecarregado por conta do número de acessos; além de tempo de resposta mais rápido; acesso prioritário a melhorias e novos recursos.

Como testar

:: Acesse o site chat.openai.com/chat;
:: Toque em “Sign up” para criar uma conta;
:: Depois, “Create an OpenAI account”;
:: Além disso, informe um e-mail, senha e confirme a criação da conta;
:: Após a confirmação, toque em “Try it” no topo da tela;
:: Por fim, inicie a conversa com o ChatGPT.

Algumas limitações

:: Ainda não existe aplicativo do ChatGPT para celular

:: Eventualmente pode gerar informações incorretas ou preconceituosas, assim como produzir instruções prejudiciais ou conteúdo enviesado;

:: Além disso, o serviço tem conhecimento limitado sobre fatos ocorridos depois de 2021.

Como o robô pode ser usado em empresas?

O ChatGPT pode ser usado no atendimento a clientes, pode melhorar o script de vendas de um time da área comercial ou para acelerar processos criativos, como no desenvolvimento de conteúdos para campanhas de marketing ou vendas, por exemplo.

Certamente será uma evolução dos chatbots que existem atualmente, que são bem limitados. Por exemplo, se você tem um questionamento que foge do script do robô, você não consegue uma resposta satisfatória e, muitas vezes, não consegue ser transferido para um atendente humano. Ou seja, na onda dos serviços que utilizam IA, o ChatGPT é um modelo de linguagem escrita que está revolucionando o mercado.

Pode ser usado de forma estratégica para:

Atender clientes – Fornecendo respostas rápidas e precisas para perguntas frequentes de clientes, reduzindo o tempo de espera e melhorando a satisfação.

Analisar sentimentos em mensagens de texto entendendo como os clientes se sentem em relação à sua empresa ou produto.

Chatbots – Integrando outro chatbot para fornecer respostas a perguntas específicas dos usuários e automatizando processos de atendimento.

Como integrar tecnologias como essa à rotina da sua empresa?

Nós, da Zummit, estamos aqui pra te apoiar nisso.

O mercado está tão concorrido, que hoje vivenciamos uma corrida por uma mão de obra primorosa e rara. E nós temos esses profissionais!

Com mais de 10 anos de mercado, desenvolvemos uma metodologia própria de contratação e retenção de técnicos e especialistas em TI. Todos os dias, portanto, conectamos os melhores profissionais aos nossos clientes. Com um outsourcing especializado, qualificado e com alta produtividade contribuímos de forma direta para o desenvolvimento da sua empresa.

Nosso intuito é alavancar o seu negócio. Para isso, te oferecemos soluções em Outsourcing de TI, Bodyshop e também consultoria em TI.

Então, entre em contato com a gente e saiba como podemos te apoiar.

 Clique aqui e entre em contato.

Como contratar profissionais de TI- baixe o e-book grátis