Entenda o que é o Metaverso e o que ele oferece para o futuro

Entenda o que é o Metaverso e o que ele oferece para o futuro
10 meses atrás

Um universo que conecta mundo virtual e mundo real, o Metaverso é pra muitos a realidade do futuro. Um mercado que tem ganhado cada vez mais adeptos no mundo todo – seja pelo interesse de socialização, seja pela oportunidade de gerar negócios. E está aí um mercado em crescimento exponencial: em 2021, o valor total do mercado global de realidade mista (incluindo realidade aumentada) e realidade virtual deve ultrapassar US$ 700 bilhões de dólares em 2024. Segundo o site Statista, 74% dos adultos consideram entrar para o Metaverso. Como essa tecnologia poderá revolucionar a nossa forma de consumir conteúdos de entretenimento e compras de produtos? Será no Metaverso o nosso lazer nos novos tempos? Entenda o que é o Metaverso e o que ele oferece para o futuro.

O que é o Metaverso?

Trata-se da maior revolução digital desde a criação dos smartphones. É assim que muitos especialistas enxergam a concretização do Metaverso – um mundo virtual que utiliza tecnologias como realidade aumentada e ambientes virtuais para criar um elo entre o mundo real e o mundo digital.

Embora o ambiente seja virtual, no metaverso é possível vivenciar experiências reais a partir de avatares que simulam a presença humana dentro dos espaços digitais. Isso quer dizer que, em breve, a interação com a internet será muito diferente da que vivenciamos hoje.

É de surpreender, mas é verdade! O mercado do metaverso está crescendo de forma constante em todo o planeta: em 2020, seu valor era de US$ 478,7 bilhões. Em 2022, representa aproximadamente 650 bilhões de dólares e chegará a 783,3 bilhões de dólares em 2024. Em 2030, essas receitas poderão ultrapassar a marca de 5 trilhões de dólares.

E para quem tem dúvidas sobre a segurança do metaverso, a tecnologia blockchain é utilizada para rastrear e validar todo o envio e recebimento de informações, bem como das transações em criptomoeda, garantindo a segurança dos dados e movimentações.

Meta

Mark Zuckerberg, o fundador do Facebook, está atento às movimentações do metaverso muito antes desse conceito ganhar a forma que tem hoje. Além de mudar o nome da empresa de Facebook Inc., para Meta, a empresa comprou a marca Oculus VR, companhia que criou um dos modelos de óculos metaverso de realidade virtual para o metaverso.

A Meta planeja criar 10.000 empregos na União Europeia nos próximos anos (principalmente nas áreas de modelagem 3D, desenvolvimento Blockchain e NFT e segurança cibernética).

Para saber… Inúmeras empresas já atuam no Metaverso, como: Ambev, Banco do Brasil, TIM, Nike, Coca-Cola, Adidas, Itaú, Carrefour.

O que é possível fazer no Metaverso?

A ideia do Metaverso é reproduzir a vida real. Dessa forma, é possível fazer as mesmas atividades do ambiente físico nos mundos virtuais. Veja alguns exemplos: interagir com outras pessoas, comprar e vender produtos, fazer reuniões, jogar, estudar, visitar museus e outros locais, participar de eventos e shows. Ou seja, é possível encontrar amigos e familiares em suas versões de avatares e manter uma vida social ativa também no mundo metaverso.

Quanto custa para entrar no Metaverso?

Para saber como entrar no metaverso, é importante entender que os aplicativos costumam ter acesso gratuito para explorar os mundos virtuais e interagir com outros participantes, mas também há recursos pagos.

Esses recursos podem ser aplicações exclusivas, acesso a áreas especiais, itens customizados para o seu avatar ou para o cenário virtual.

Quem deseja negociar criptoativos no metaverso também deve arcar com alguns custos de investimento inicial (e o valor é variável conforme a cotação da moeda utilizada na plataforma escolhida).

Saiba mais sobre como entrar neste universo…

Os óculos metaverso são basicamente a porta de entrada para a imersão nos ambientes virtuais. A partir deles se torna possível ser transportado para os cenários tridimensionais e vivenciar as experiências em outras realidades construídas pela tecnologia.

Eles são importantes para garantir a imersão completa, entrar no metaverso e visualizar os ambientes virtuais, como joysticks que facilitarão o acesso aos elementos que surgem durante a imersão.

Existem diversos modelos disponíveis no mercado. Alguns modelos necessitam da conexão com outros dispositivos, como computador ou smartphone. Outros dispositivos, mais autônomos, dispensam o uso de outros aparelhos, pois possuem memória interna para armazenar jogos e outros aplicativos do metaverso.

Existe mais de um tipo de Metaverso?

O Metaverso não é um único ambiente, mas sim um conceito construído por diversos metaversos distribuídos em diferentes plataformas.

Além da Decentraland e The Sandbox, é possível acessar outros ambientes virtuais. Entenda quais são e qual é o foco de cada plataforma:

:: Decentraland: plataforma com moedas digitais próprias (MANA e LAND), que permite atividades como negociação de terrenos digitais, jogos e exposições;

:: The Sandbox: também com moeda digital própria, a SAND, esse é um jogo no qual os participantes podem construir uma vida virtual com seus avatares;

:: Second Life: outra opção de jogo, que simula a vida real em um ambiente 3D, permitindo a interação dos usuários a partir dos seus avatares;

:: Horizon Worlds: criada pela Meta (antigo Facebook), a plataforma é um mundo virtual desenvolvido para interação por meio do avatar;

:: Virbela: um ambiente virtual criado com foco no trabalho, na educação e em eventos corporativos.

É possível investir no Metaverso?

Sim. E existem duas formas de investir no metaverso: por meio de criptomoedas ou através de fundos de investimento e ações ligadas ao setor.

As moedas do metaverso, como são conhecidos os criptoativos, são tokens que circulam nesse universo para negociações entre os usuários. Cada uma delas é relacionada a um projeto do metaverso e todas possuem valor também fora do ambiente virtual. Por isso, podem ser negociadas com moedas como o real e o dólar.

Já os fundos de investimento e as ações ligadas ao metaverso são ativos variáveis, que têm um desempenho alinhado ao sucesso da plataforma digital ou da empresa relacionada a ela.

Assim como os fundos, as moedas do metaverso também são investimentos voláteis, portanto podem valorizar ou perder valor conforme as movimentações da plataforma a qual estão atreladas.

Quer manter a sua empresa sempre atualizada com as tendências de mercado?

Conte com a gente nisso! Vamos te apoiar em todas as etapas. No planejamento, na definição de projetos, na escolha das melhores tecnologias e sistemas e também na contratação de um time especializado.

Com mais de 10 anos de mercado, nós desenvolvemos uma metodologia própria de contratação e retenção de técnicos e especialistas em TI. Dessa forma, todos os dias, conectamos os melhores profissionais aos nossos clientes. Com um outsourcing especializado, qualificado e com alta produtividade contribuímos de forma direta para o desenvolvimento da sua empresa.

Nosso intuito é alavancar o seu negócio. Para isso, te oferecemos soluções em Outsourcing de TI, Bodyshop e também consultoria em TI.

Então, entre em contato com a gente e saiba como podemos te apoiar.

 Clique aqui e entre em contato.

Como contratar profissionais de TI- baixe o e-book grátis