Como está o mercado de TI após ondas de demissões

Como está o mercado de TI após ondas de demissões

O mercado de TI tem passado por um cenário que inclui alto volume de demissões e congelamento de novas contratações. No Brasil este movimento não foi diferente. Desde o ano passado o segmento viu uma drástica redução de investimentos e tem promovido cortes para equilibrar as contas. Mas, ainda assim, a expectativa é de crescimento do setor em 2023. Entenda como está o mercado de TI após as ondas de demissões e veja o que esperar para o cenário de curto e médio prazo.

Será que teremos boas notícias para o setor?

O Brasil ocupa o 10º lugar no ranking dos países com o maior mercado do mundo no segmento da tecnologia. Um levantamento realizado pela TOTVS apontou que 85% das empresas brasileiras ampliaram seus investimentos em TI nos últimos três anos. E para 2023 o cenário ainda é otimista.

Segundo um levantamento da agência de pesquisa Gartner, os gastos mundiais com TI devem totalizar US$ 4,5 trilhões em 2023 (2,4% a mais do que no ano passado). No entanto, a previsão está menos otimista do que era no último trimestre de 2022, quando a agência previa um crescimento de 5,1% para o setor de tecnologia. Uma pesquisa do mesmo instituto realizada em julho, com mais de 200 CFOs, descobriu que 69% planejam aumentar seus gastos em tecnologias digitais.

Os especialistas afirmam que a expectativa é de crescimento do setor em 2023. No entanto, para se adequarem aos desafios impostos pelo cenário macroeconômico, as empresas devem ficar mais seletivas e focadas na eficiência dos negócios e no retorno do investimento em TI. “Cada vez mais, as empresas irão focar seus esforços em automação, inteligência artificial e em tecnologias com foco na experiência dos clientes. Este é um caminho sem volta. É necessário planejamento e estratégias adequadas para acelerar o tempo de retorno dos investimentos digitais”, afirma Erik Fonseca, CEO da Zummit – empresa especializada na oferta de serviços e mão de obra de TI. Entenda o que vem acontecendo no mercado de TI neste postclique aqui.

O mercado vai continuar contratando?

A resposta é sim. Enquanto em janeiro de 2022 existiam 24 mil vagas abertas para os 25 cargos de tecnologia em alta, no mesmo período de 2023 havia 33 mil, um aumento de 38%, segundo um estudo realizado pela plataforma de inteligência de vendas Cortex a pedido da Forbes Brasil. Segundo o LinkedIn, entre as 25 profissões em alta em 2023, pelo menos 10 são de tecnologia. 

Desafios do setor

Mudam as tendências em relação ao “mundo tech” e os desafios permanecem os mesmos. As empresas continuam com dificuldades em contratar profissionais especializados e isso pode atrasar o processo de adoção de novas tecnologias. A indústria cresce, surgem novas ferramentas, mas nem sempre há profissionais no mercado aptos para desenvolverem as soluções tecnológicas.

Um estudo do Fórum Econômico Mundial, realizado em 2020, mostrou que 55,4% das empresas entrevistadas afirmaram que encontram lacunas de competências nos profissionais em seus respectivos mercados, devido à dualidade existente no mercado.

E vamos de mais estatísticas: um relatório realizado pelo Google for Startups, em parceria com a Associação Brasileira de Startups e a Box1824, mostra que 57% das empresas que participaram da pesquisa acreditam que o déficit de funcionários qualificados é o que mais prejudica o desenvolvimento da Inteligência Artificial no Brasil.

A procura de profissionais em algumas funções na área de TI cresceu mais de 600% só em 2020. Um contexto preocupante para as empresas que querem manter a competitividade de mercado e planejam avançar em projetos que envolvem inovações tecnológicas.

Os dados acendem alerta para um risco: sobram vagas e falta mão de obra, especialmente qualificada. Além disso, o setor de tecnologia possui nichos específicos, em que há a necessidade de buscar profissionais extremamente especializados – e porque não dizer “raros” – no mercado. Leia mais sobre este assunto neste post.

Tendências tecnológicas para 2023

O avanço tecnológico traz inúmeras oportunidades e, cada vez mais, as empresas têm buscado soluções disruptivas para seus negócios. É preciso olhar para o setor de TI de forma estratégica, enxergando a tecnologia como fundamental para a eficiência e para o futuro das empresas.

São inúmeras as possibilidades de implementação, mas é preciso estar atento para utilizar aquelas tecnologias que tenham a melhor utilização para a necessidade de cada negócio. Não existe um padrão. As tendências vão variar de acordo com cada mercado. O uso do chatGPT é uma das grandes apostas para 2023. Já falamos sobre este assunto neste post (clique aqui).

Outra tendência é o uso da Inteligência Artificial na área da saúde, por exemplo. As operadoras são capazes de utilizar essa tecnologia para conhecer e orientar o melhor percurso assistencial para os seus pacientes. Já no setor de seguros, uma aposta é o uso de IOT (Internet das Coisas). Isso fará com que a cobrança do prêmio (valor pago pelo segurado à seguradora) seja mais precisa, trazendo maior economia para os segurados e mitigando o risco para as seguradoras.

Para acompanhar essas tendências, é necessário investir no desenvolvimento de várias linguagens, bem como capacitar o time para o trabalho. Seu time está pronto para essas evoluções?

Gostaria de contar com um parceiro para os seus projetos de TI?

Nós, da Zummit, estamos aqui pra te apoiar nisso.

Com mais de 10 anos de mercado, desenvolvemos uma metodologia própria de contratação e retenção de técnicos e especialistas em TI. Todos os dias, portanto, conectamos os melhores profissionais aos nossos clientes. Com um outsourcing especializado, qualificado e com alta produtividade contribuímos de forma direta para o desenvolvimento da sua empresa.

Nosso intuito é alavancar o seu negócio. Para isso, te oferecemos soluções em Outsourcing de TI, Bodyshop e também consultoria em TI.

Então, entre em contato com a gente e saiba como podemos te apoiar.

 Clique aqui e entre em contato.

Como contratar profissionais de TI- baixe o e-book grátis