Dá um Google

Dá um Google

“Dá um Google” virou uma expressão tão comum hoje em dia que deveria ser incorporada ao dicionário, não acha? Tá aí a relevância desta empresa de tecnologia que foi criada há exatamente 24 anos e hoje é uma das maiores companhias do mundo, valendo mais de US$ 1 trilhão.

Criada por Larry Page e Sergey Brin, em 1998, a empresa é reconhecida por agregar serviços de alta qualidade, com plataformas que caíram no gosto dos usuários, como Gmail, Google Maps, Sistema operacional Android, YouTube e tantos outros.

Fato é que o Google faz parte do dia a dia de pessoas em todos os cantos do planeta e é, disparado, o site mais acessado do mundo. 

Mas como todo grande negócio, o Google também tem grandes desafios. Por ser uma empresa de tecnologia, sofre com a dificuldade de contratações, especialmente de equipes especializadas. No mercado de TI, cada vez mais competitivo, o desafio de recrutar e manter os profissionais vale para todas empresas, inclusive para o próprio Google. Quer um apoio na contratação de profissionais de TI? Fale com a gente.

Como tudo começou

Fundada em 1998, a empresa iniciou como um simples motor de busca para indexar as informações da internet. O primeiro nome da companhia era “BackRub”, que significa “esfregar as costas”. Os fundadores colocaram esse nome pois o sistema que eles criaram analisava backlinks. Eram páginas da internet que redirecionavam para outras páginas. 

Mas Larry Page e Sergey Brin não estavam satisfeitos com o nome. Eles queriam algo que desse a ideia de catalogar uma imensa quantidade de dados. Desta forma, eles pensaram no termo “googol”, que significa 1 seguido de cem zeros (é como “mil”, que é 1 seguido de três zeros). A questão é que um assistente da empresa, ao procurar por domínios, errou a digitação e acabou colocando “Google”. Tá aí a história do batizado e do domínio “Google.com”.

Um gigante da internet

A expressão popular “dá um Google” reflete em números que são impressionantes. 

– O Google processa, em média, mais de 40 mil buscas por segundo.

– São mais de 3,5 bilhões de buscas todos os dias e 1,2 trilhão de buscas por ano.

– O Google já catalogou mais de 30 trilhões de URLs únicas. E, todos os dias, a ferramenta indexa cerca de 20 bilhões de novos sites. Mas o contrário também acontece, claro! Sites podem ser retirados dos resultados de busca por inúmeros motivos, como violação de direitos autorais.

Assim, para conseguir suportar essa quantidade de informações, o Google possui data centers enormes espalhados pelo mundo. E possui também equipes de TI nos quatro cantos.

Está gostando do assunto? Então eu vou te poupar de “Dar um Google” e vou trazer mais curiosidades sobre a empresa:

  • Além do Gmail, do Google Maps, do Google Drive, do Google Chrome e outros, o Google vem adquirindo, em média, uma companhia por semana.
  • Em 1999, Larry e Sergey tentaram vender o Google por apenas US$ 1 milhão, mas não houve compradores interessados. Mesmo quando eles reduziram o preço.
  • Outra oportunidade de compra aconteceu em 2002. Terry Semel, na época CEO do Yahoo!, fez uma proposta de compra de US$ 3 bilhões. Mas os fundadores do Google acharam que um valor justo seria US$ 5 bilhões. O acordo não foi fechado e hoje o Google vale mais que US$ 1 trilhão.
  • O índice de busca do Google é, hoje, 100 vezes maior do que era em 1999.
  • Uma única pesquisa no Google utiliza a mesma capacidade de processamento que foi necessária para enviar os astronautas da Apollo 11 para a Lua.

Então, quer saber mais curiosidades? Clica aqui.

Qual o segredo de tanto crescimento?

O segredo está na visão inovadora do mercado. Certamente Larry Page e Sergey Brin souberam aproveitar as oportunidades antecipadamente, estiveram atentos ao comportamento das pessoas na internet. E, claro, tinham o suporte de uma equipe inovadora e de alta performance.

Ou seja, a visão empreendedora dos sócios aliada à uma equipe altamente capacitada foi o segredo pra fazer do Google o site mais acessado do mundo.

Larry e Sergey sabiam que não conseguiriam tocar o barco sozinhos, mas desde o início, apostaram no talento do seu time de profissionais. Tanto que o Google já foi eleito algumas vezes como o melhor local para se trabalhar.  

Investir em PESSOAS é o segredo. Apostar no talento do time, investir em capacitação, estar aberto a inovações e à diversidade. Seja qual for o ramo do seu negócio, é importante valorizar e reconhecer o capital humano como fator fundamental para crescer e se manter no mercado. 

Saiba mais: onde estão os profissionais de TI?

Quer seguir o segredo dos fundadores do buscador mais usado no mundo? Invista em seu time de TI. 

Nós, da Zummit, estamos aqui pra te apoiar nisso. Ajudamos a transformar negócios através das nossas pessoas, de forma ágil e criativa. Fomentamos a inovação porque somos curiosos e movidos por resultados. 

 Clique aqui e entre em contato.

Como reter profissionais de TI- baixe o e-book grátis